Não envelhecemos, ficamos incríveis!

Não envelhecemos, ficamos incríveis! E ficamos mesmo! 

Pense bem: quanta sabedoria adquiriu nos últimos anos? De quantas quedas foi necessário se levantar? Quantos cortes na alma foram cicatrizados? Quanta saudade você engoliu a seco, sem direito a gelo? Tenho certeza que muitas. Então, não venha me dizer que essas marcas de expressão no seu rosto são incômodas. Elas são a representação de que os momentos, bons ou ruins, valeram a pena. Significam que as preocupações que você carregou e o sorriso que deu sangrando por dentro, fizeram de você uma pessoa melhor. Um ser humano simples e descomplicado!

Ninguém aprende nada na alegria, portanto, um brinde a todas as nossas quedas e a todos que foram motivos delas. 

Nossos traumas, nossas neuras e nossos medos já entenderam que não são donos da nossa mente. Provamos a eles quem manda em quem. Se existem, ficarão em estado de inércia, porque daqui para frente, a história será outra e os protagonistas seremos nós! 

Quer saber quando você começa a envelhecer? Quando não consegue mais rir! Rir mesmo, gargalhar! Alto! Quando não vê mais alegria na vida. Quando não ri de si mesmo e abre mão do que lhe faz bem. Quando renuncia às gentilezas e aos pequenos gestos de carinho das pessoas que te trazem paz.  O restante é balela…

Deixe  o tempo mostrar a aparência que ele quiser, porque a sua alma, só envelhecerá no dia em que você permitir. 

Entenda que corpo é casca e que aparência não molda caráter, não mostra quem você é! Abra mão do que sai com água e sabão e cuide do espírito. Quanto às rugas, que venham muitas. Sinal de que você pegou muito sol e tem muita história para contar!

Imagem: Pexels

Deixe uma resposta

*